RAI CAVALHIER (10).jpg

ARAKUNRIN - COSME E DAMIÃO

Uma imersão fotográfica do artista Rai Cavalhier para reconstruir a narrativa dada a lógica da irmandade entre negros e negras. Em homenagem aos Ibejis, as fotografias selecionadas fabulam sobre a relação de dois irmãos consanguíneos com as outras “irmandades” necessárias para a vida. É a partir do conceito de correlação cósmica que as fotografias refletem sobre a visão africana de comunidade e de construção afetiva. Relações com o outro,  consigo e com o ambiente em que vivemos.

A partir disso, a exposição parte da imagem da beleza da vida e da simplicidade conquistada em atos considerados “infantis”, explorando o jogo, a brincadeira e a afetividade em corpos negros adultos nas imagens.